sexta-feira, agosto 22, 2008

Ventos de Agosto.

Para onde correm os ventos de agosto
Que passam por aqui?
Vão com pressa
Levantando saias
Com intrepidez
Erguem igualmente pensamentos
Derrubando castelos
De insensatez
Cantam, encantam e roubam carícias
Que levam
Para onde não sei.

2 comentários:

Celamar Maione disse...

Aiiiiiii Evelyne, os ventos de agosto, me roubaram carícias e me encantaram. Gostei. Bjs

Evelyne Furtado disse...

Eles sempre me marcam. Que bom que vc gostou, amiga.
Gostei do blog dos seus amigos e já os linkei aqui.
Beijão.