terça-feira, agosto 26, 2008

O AMOR E O TEMPO


O tempo leva e traz
Teu rosto frente ao meu
Alternando desejo e paz.


Passa noite
Passa dia
E meu coração nessa agonia.


Amor que é amor
Dispensa a corda
Não é relógio.


Rubras faces
Puro esplendor
Hora do amor.


Deuses e deusas
Enlaçados
Tempos sem fim.


Batimentos descompassados
Meia-noite
Músculos exaustos.


Olimpo
Amor infinito.
Coração limpo.

4 comentários:

Celamar Maione disse...

O tempo e seus mistérios, Evelyne....

Evelyne Furtado disse...

Oi, Celamar! Haja mistérios. Mas seu blog desvenda alguns deles, rs.
Adoro ir lá.
Beijos e obrigada, amiga.

heelers disse...

Eva. Que passion! Are you Nelly Furtado's sister?!
Obrigado.
James (in Ireland)

Evelyne Furtado disse...

rsrs
...coincidentemente sou neta de uma Nelly Furtado e prima de duas.
Todas brilhantes, mas nenhuma canta, como a canadense.
Obrigada e bjs.