segunda-feira, dezembro 29, 2008

CHAMA DE ESPERANÇA.


Um ano que vai e um ano que chega. Conquistas e expectativas. Perdas e ganhos. Dores e risos.
Desejo alegria, conforto e compartilho a chama de esperança que ganhei, através do texto de Rubem Alves, para que nos alimente a alma nos próximos 365 dias.

“Hoje não há razões para otimismo. Hoje só é possível ter esperança. Esperança é o oposto do otimismo. “Otimismo é quando, sendo primavera do lado de fora, nasce a primavera do lado de dentro. Esperança é quando, sendo seca absoluta do lado de fora, continuam as fontes a borbulhar dentro do coração.” Camus sabia o que era esperança. Suas palavras: “E no meio do inverno eu descobri que dentro de mim havia um verão invencível...” Otimismo é alegria “por causa de”: coisa humana, natural. Esperança é alegria “a despeito de”: coisa divina. O otimismo tem suas raízes no tempo. A esperança tem suas raízes na eternidade. O otimismo se alimenta de grandes coisas. Sem elas, ele morre. A esperança se alimenta de pequenas coisas. Nas pequenas coisas ela floresce. Basta-lhe um morango à beira do abismo. Hoje, é tudo o que temos ao nos aproximarmos do século XXI: morangos à beira do abismo, alegria sem razões. A possibilidade da esperança ...”Rubem Alves

*Presente que ganhei da querida amiga Lenor Cordeiro. Obrigada e Feliz 2009 para você!

2 comentários:

manzas disse...

"A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma bênção de Deus".

" UM FELIZ ANO DE 2009 "

Evelyne Furtado disse...

Um feliz ano novo para você e seu blog, Manzas. Beijos.