quarta-feira, outubro 08, 2008

Mínimo Menino Comum

Eu, mulher tantas vezes menina, encantei-me com a magia das palavras do escritor Marcelo Sguassábia, que muito admiro, no texto que transcrevo abaixo.




"No desajeito próprio dos pequenos, sem que tivesse a exata noção de si – coisa que nem os adultos do lugar pareciam possuir, o menino era um espanto em andamento, e em sua mente muito intacta o que fosse dito ou visto se incrustava.

Baixem-se a guarda, as armas, o tom de voz. Minimize-se o menino, seja dos mínimos o menor, um prodígio fabricante de sorrisos nos crescidos. Deixe-se envolver no bem-estar de vê-lo, já que não se pode sê-lo. Note que entre ele e o cachorrinho de pelúcia deu-se a química, um afeto de centelha.

Não que careça ver nexo nesse afeto que reporto, apenas digo que as notas da quarta balada, em suspensão há décadas nas auroras de tais sítios, pousaram lisas agora nas felpas da sua manta. Caiba o menino nas meninas de outros olhos, para que vocês também, libertos de suas túnicas de arame, possam vê-lo nos pompons de sua inteireza.

Mínimo, como convém, seja o sultão dos tapetes fofos e o campeão olímpico das piscinas de bolinhas. Fucem à vontade em seus dispositivos de armazenamento de zil gigas, dêem no Google todas as buscas possíveis, mas de antemão não contem com a ventura de encontrá-lo, pois é inconcluso e rarefeito como os mínimos meninos".




© Direitos Reservados




Marcelo Sguassábia
Postado por Evelyne Furtado às 15:51 0

6 comentários:

Fernandinha Sobral disse...

Tia, nao conhecia este autor. Pesquisei na internet e por acaso achei esse texto, que gostei muito:
http://kplus.cosmo.com.br/materia.asp?co=343&rv=Literatura

Será que ele já publicou a continuação deste texto? rsrsr fiquei curiosa! kkkk

Evelyne Furtado disse...

Fernandinha, Marcelo é um dos colunista do Comunique-se. Cadastre-se lá você o lerá todas as quintas. O texto de hoje está ótimo. Aliás todos são excelentes e foi dificil escolher. Esse que você trouxe é hilário e eu não conhecia. Viva a net que nos proporciona essas descobertas.
Não sei se há continuação, mas a gente procura saber,
UM beijo, minha linda!

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Deixa eu meter meu bedelho nessa conversa e agradecer - tia e sobrinha - pelo carinho. O citado texto não tem continuação prevista, mas quem sabe um dia...

Um beijo a ambas

Marcelo

Evelyne Furtado disse...

Bem-vindo, Marcelo! Além de visitar o blog você ainda esclarece a nossa dúvida. Enquanto na vem a continuação a gente vai lendo os textos mágicos que você escreve.
Beijos e bom domingo, amigo!

AnadoCastelo disse...

Olha que coisa maravilhosa, até o autor a comentar. Beeeemmm não é para todos. Realmente está um texto muito bonito e mais um autor para conhecer.
Beijinhos

Evelyne Furtado disse...

E que autor, Ana! Adoro seus textos e ele é colunista de um portal onde também escrevo. No Perfil de Myljer tem o link para um blog dele " Consoantes Reticentes".
Beijão, amiga!