terça-feira, abril 08, 2008

Da Tempestade à Calmaria.

De braços dados, na longa estrada,
O perdão guiava a triste
Solidão.
Atravessaram desertos
E tempestades.
Agora em calmaria
Enfrentam o tédio
Quem diria...

2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Ora muito bem. E assim se formou a célebre frase "depois da tempestade vem a bonança".
Beijinhos querida

Graça Lopes disse...

..."errar é humano, perdoar é divino"...Alexandre Pope