segunda-feira, março 03, 2008

Aceitar as mudanças, mesmo aquelas que pareciam improváveis, é passar para um novo estágio. Não evolui quem se apega a algo ou alguém que não lhe traz mais benefícios. Ainda que o desapego seja um processo dificil e doloroso, a sensação que vem depois vale à pena.

5 comentários:

Leonor Cordeiro disse...

É doloroooooooooooooooso... mas necessário.
Estou com saudade ... Como você está?
bbbbbbbbjjjjjjjjjjjssssssssss!!!

Evelyne Furtado disse...

Leonorzinha, que delícia de visita!
Amiga, dói, mas a gente consegue e a vida nos oferece novas paisagens.
Também tenho saudade. Voltei a trabalhar e ainda inventei esses blogs todos para escrever.
Beijos, muitos.
Vou lá!

liana disse...

OI, Veca! Ainda não tinha visitado este blog e fiquei encantada, principalmente com as postagens "sobre a valorização da vida" e "compulsão:eu tenho e vc?". Adorei a sua coragem de se abrir e se expor de uma forma tão verdadeira que a gente quase chega a sentir junto! Parabéns e continue! Por coincidência um daqueles meus livros que comentei com você passa uma atividade para escrever sobre algum assunto e seu blog me inspirou...Beijos

Evelyne Furtado disse...

Que coisa boa, Liana! Adorei sua visita e saber que você gostou.
Você tem sensibilidade e habilidade sobrando, portanto mãos à obra.
Beijão

Evelyne Furtado disse...

Liana II

Ah, agora que me toquei que uma médica leu minhas considerações sobre TOC e compulsão...se quiser, pode corrigir,rs