terça-feira, dezembro 16, 2008

POR SER NATAL.


Por ser Natal, rendo-me à corrente de orações.

Por ser Natal, meu espírito expande-se e afasta todos os fantasmas.

Por ser Natal, recolho os espinhos e oferto o aroma de rosas.

Por ser Natal, sou casa acolhedora e recebo todos os amigos.

Por ser Natal, escolho a paz e recomendo o amor.

Por ser Natal, fujo do dever e estendo a mão pelo prazer de me sentir irmã.

Por ser Natal, peço e concedo o perdão.

Por ser Natal, saio das sombras e busco as luzes.

Por ser Natal, dispenso a mágoa e busco a união.

Por ser Natal, deixo que o mel adoce as minhas verdades e intenções.

Por ser Natal, não cedo à utopia, mas renovo as esperanças na humanidade.

Por ser Natal, agradeço e ofereço o melhor de mim.

Por ser Natal, sinto mais próximo o amor semeado pelo menino Deus e desejo a todos felicidade.

Evelyne Furtado, 16 de dezembro de 2008.

2 comentários:

Fernanda Vaitkevicius disse...

Lindas suas palavras...

Parabéns!!


PS: se puderes, visite também:
www.amoremprosaeverso.blogspot.com

Evelyne Furtado disse...

Obrigada, Fernanda!
Irei,visitá-la, sim!
Abraços.