quarta-feira, setembro 10, 2008

REBENTO.


Rebentou uma mulher nova
Nascida da dor
(contudo)
Recebida com o vermelho intenso
E a leveza da flor.

3 comentários:

Celamar Maione disse...

Evelyne, a dor nos faz crescer e amadurecer, com certeza. Poema pequeno mas que diz tanta coisa....Adorei !
Tentei comentar o texto acima mas não consegui.
Já li seu comentário no C-se.
Senti sua falta. Pensei que estivesse em Paris ( aiiiii ). Brincadeira !
Bom retorno e obrigada pela passada no blog.
Beijão

Evelyne Furtado disse...

rsrrsr
Estava bem mais perto, rsrs. Fiquei longe da net, mas estou voltando.
Adoro seus blogs.
Beijão e obrigada.

AnadoCastelo disse...

Ui, que bonitos versos. A menina estava mesmo inspirada.
Então temos uma nova Evy?
Beijinhos