domingo, janeiro 13, 2008

Meu Nome Não é Johnny 2

Fiz parte dos mais 190 mil expectadores que assistiram a estréia de Meu Nome Não é Johnny e conforme falei no último post,volto para dizer o que achei. Ressalto que não entendo de cinema, eu apenas gosto, então aqui escrevo apenas as minhas impressões. O roteiro bem feito prendeu-me do princípio ao fim. O filme, dirigido por Mauro Lima, retrata a vida de João Guilherme Estrella, hoje produtor musical e autor do livro que deu origem ao filme. João é um cara simpático, carismático e animado. O desempenho de Selton Mello me fez sentir João como um amigo querido que se perde na febre do pó. Menino da classe média da Zona Sul do Rio vai de consumidor à traficante, torrando todo o dinheiro na própria cocaína e nas festas que oferecia. João é preso e cumpre parte da pena em um hospital de custódia (horrível!). João amadurece, recupera-se e mostra sua face responsável e preocupada em tornar melhor o estado dos seus companheiros de pena.
O drama também tem cenas hilárias e o próprio protagonista é engraçado. O elenco excelente é exaltado pela atuação de Selton Mello. Que ele é um ótimo ator eu já sabia, mas nesse filme ele se supera e me tocou. Gostei muito!


2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Se há coisas que eu ainda não percebi é porque nao vêm filmes brasileiros até Portugal. Até que nem precisa de tradução nem dobragem. Telenovelas não faltam, mas filmes, esses não aparecem. E é pena. Só me lembra de ter visto nos cinemas aquele fime com a Fernanda Montenegro que salvo erro se chamava "A cidade de Deus". De resto, nada..
Pode ser que um dia ainda cá apareçam.
Beijinhos

Evelyne Furtado disse...

É estranho mesmo. Também não vemos filmes portugueses por aqui. Tive acesso ao Crime do Padre Amaro, entre outros, através de um amigo português. Acredito que mude. Toamara, que sim!
Beijos