sexta-feira, janeiro 25, 2008

De Palavras, Emoções e Razão.


Amo as palavras, pois expressam o que sinto e o que penso. Hoje não encontro as palavras certas. Não vejo como uní-las para falar de algo que me é importante. Meu universo está confuso. Penso e sinto, porém numa confusão tal que não me permite ver a ponta do fio desse novelo de emoções e idéias. Há dias assim. Melhor seria não pensar e por conseguinte não sentir. Porém o emocional engoliu com sua boca enorme a razão e eu, no meu pequeno universo estanco ante a ansiedade - único sentimento ao qual dou um nome hoje. Aliás, o exercício ajudou-me e arrisco nomear algumas das vorazes emoções que juntas comeram a minha razão. Sinto raiva,saudades, frustrações, inquietude,amores e desamores, dores e incertezas. Sinto também lá no fundo a certeza de que de alguma forma essa quadro caótico passará. Por enquanto estou grata por ter conseguido formar um texto com um pequeno vocabulário que me restou. Eu disse que amo as palavras e é verdade, mas o amor é bem mais vasto e amo bem mais que palavras. Isso é o que me mata, mas é também o que me salva.

2 comentários:

AnadoCastelo disse...

Como eu já disse é próprio do aquariano de vez em quando ter esses dias, nem ele próprio sabe porquê, é a sua existência que é assim, mas depois tudo passa e volta ao normal. Quando se sentir assim, e se puder dê um passeio que vai ver que ajuda.
Beijinhos

Evelyne Furtado disse...

É isso Ana. Vez por outra acontece, mas vou ali, vejo o mar, encontro um amigo e de repente passa tudo. Obrigada, querida,
Beijos