segunda-feira, agosto 20, 2007

AZUL


Azul é cor insistente

Vejo-a em tudo que há

Agora, mesmo azulejo

Porque é azul aqui e lá.





Tiê- Veca Furtado

4 comentários:

Halem Souza (Quelemém) disse...

Estou cantarolando essa canção...

Evelyne Furtado disse...

Oi, Halem!
É assim que vejo esse poemeto e adoro.
Abraço e obrigada pela visita.

cm disse...

é azul de horizonte e vida, de água e gente de fermento e de vida....


grande abraço

Evelyne Furtado disse...

sinto sua falta CM